Macaé convoca, mas não empossa ninguém

Aprovados para cargos na Saúde da Família apontam má-fé em favor de contratados

No próximo sábado a primeira convocação de candidatos aprovados no concurso realizado em 2012 pela Prefeitura de Macaé para preencher vagas nas unidades do Programa Saúde de Família (PSF), agora Estratégia Saúde da Família (ESF), estará completando três meses, mas até ontem nenhum dos convocados havia sido empossado, embora estejam à disposição da Secretaria Municipal de Saúde desde o dia 7 de abril.

Enquanto os candidatos listados no edital assinado pelo secretário de Administração Aderson Ferreira Junior no dia 28 de março ficam sem saber quando assumirão os cargos para os quais foram aprovados, o prefeito Aluizio dos Santos Júnior vai renovando os contratos temporários e fazendo novas contratações, empregando, inclusive, profissionais reprovados no processo seletivo, que só foi homologado um ano depois da divulgação do resultado final, mesmo assim por causa das pressões do Ministério Público Federal.

Na semana passada o elizeupires.com fez vários contatos com a Prefeitura buscando informações sobre a posse dos convocados e novas tentativas ocorreram na manhã de ontem, mas nada foi dito além da alegação da Secretaria de Administração de que os candidatos precisam passar por um curso. Entretanto, essa exigência é apenas para os que vão ocupar a função de agente comunitário de saúde e o curso é de apenas 30 dias. “Estamos nos sentindo enganados, pois nossas vagas estão preenchidas por apadrinhados e cabos eleitorais de vereadores que se sentem donos das unidades de saúde. Estamos sendo lesados em nosso direito ao cargo conquistado em legítimo e concorrido processo de seleção”, disse na noite de ontem ao elizeupires.com um aprovado para função de nível superior.

Documento relacionado:

Edital de convocação – PSF de Macaé

Matérias relacionadas:

Aprovados para PSF de Macaé buscam justiça na Justiça

Prefeito de Macaé terá de explicar contratações temporárias

Aprovados para PSF continuam levando “volta” em Macaé

Comentários:

  1. E olha que ainda nem chamaram nem cogitam convocar os fisioterapeutas, com 25 contratados em 07/05/2014, nutricionistas, com 03 contratados em 26/04/2014, assistente social, 05 contratados em 26/04/2014 e os motoristas, que contrataram 18 em 26/04/2014. Nada contra os contratados, mas foi feito o concurso para das condições a todos.

  2. Olá Amigos, Eu sou Odenilson Argolo de santana, Assistente Social e passei em primeiro lugar nas vagas para deficiente visual, também acho um absurdo o que esse prefeito está fazendo com os concursados do PSF de Macaé, moro no Rio de Janeiro e concordo em acionarmos o Ministério Público. A semana que vem minha esposa vai a Macaé marcar uma audiência para conversarmos sobre o assunto, mas antes quem quiser aderir a esta audiência estou a disposição ou se já tiver alguém coordenando essa ação me coloco a disposição.

  3. Em todos os PSF de Macaé tem contratados sem concurso Público, o prefeito não quer obedecer o que o tribunal de contas do estado do Rio de Janeiro determinou que e a substituição dos contratados por concursados nos PSF e Hospitais. vamos aguardar a convocação dos concursados até Agosto se não convocar os aprovados no lugar dos contratados, vamos todos denunciar ao Ministério Público Federal (MPF) e fazer um grande protesto na frente da prefeitura, convocando as mídias locais, Macaé vai parar esse prefeito se acha dono de Macaé ele quê que as coisas ande do jeito dele favorecendo os apadrinhados que foram indicados por vereadores., multipliquem essa informação.

Deixe uma resposta para Ana Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.