Servidores de Meriti estão há dois meses sem salários

Embora os repasses federais e das cotas do ICMS caiam nas contas do município sem um só dia de atraso, a Prefeitura de São João de Meriti continua atrasando os salários dos servidores, principalmente do pessoal lotado no setor de saúde. Ontem foi dia de protestos em frente à sede do governo, onde servidores que já acumulam dois meses sem os vencimentos, foram buscar uma solução para o problema. Entretanto, o que ouviram foi uma desculpa esfarrapada: o país está diante de uma crise financeira. Essa “crise”, porém, deve estar atingindo apenas a Prefeitura de São João de Meriti, uma vez que não há registro de atrasos em nenhuma outra cidade do estado do Rio de Janeiro.

“O problema de nossa cidade é de gestão. Recurso tem, porque os repasses são feitos religiosamente. O que estão fazendo com os servidores é uma tremenda covardia. Já ganhamos um péssimo salário e ainda ocorrem atrasos. O prefeito precisa explicar onde e em que está pondo o dinheiro do município”, disse ontem à noite uma servidora da Secretaria de Saúde, com mais de 20 anos de serviços. “Não me lembro de já ter passado por uma situação semelhante, completou.

Os servidores estão revoltados com a indiferença do prefeito Sandro Matos (PDT), que não vem sendo encontrado na Prefeitura pelos que lá vão buscar uma explicação.

Matérias relacionadas:

Meriti atrasa salário de servidores pela terceira vez

Meriti não livra a cara nem dos aposentados

Servidores de Meriti podem cruzar os braços por falta de pagamento

Comentários:

  1. Na verdade o prefeito abandonou nossa cidade para cuidar da campanha fracassada do Lindberg Farias a governador. Os funcionários, deve ser assim que o Sandro Matos pensa, que se danem.

Deixe uma resposta para Eu Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.