Deputados “brigam” por causa da autoria da Lei Seca

Um nem parlamentar era quando o projeto foi aprovado

Aprovada no dia 19 de junho de 2008, quando um deles nem deputado era, a Lei federal 11.705, que modificou o Código de Trânsito Brasileiro e acabou batizada de “Lei Seca”, virou embate de campanha no pleito deste ano.  A “paternidade” da “criança” é atribuída equivocadamente ao deputado Hugo Leal (Pros), que, na verdade, segundo os registros da própria Câmara dos Deputados, foi o relator do projeto de lei que já chegou praticamente pronto à Casa Legislativa, bastando apenas ganhar corpo de lei e tramitar pelas comissões permanentes até ser levado ao plenário para ser aprovado.

 

 A “apropriação indébita”, propriamente dita, incomoda bastante o depurado Carlos Alberto Lopes (PMN), que também tirou proveito da Lei Seca para disputar a eleição de 2010: se valendo do fato de ter coordenado as operações de fiscalização nas ruas do Rio, chegou a se apresentar aos eleitores como o “Dr. Lei Seca”.

Enquanto Hugo diz ser o autor, Carlos Alberto divulga que a implantou e a fez funcionar no estado do Rio de Janeiro. Em resposta a uma propaganda eleitoral que diz que “Hugo Leal é autor da Lei Seca, que já salvou milhares de pessoas no trânsito brasileiro. Além de proteger vidas, reduziu os gastos nos hospitais da rede pública”, Carlos Alberto bradou na internet: “É mentira; é apropriação indébita; é oportunismo político; é campanha eleitoreira; é o exercício de enganar os eleitores, com o objetivo de tirar dividendos políticos”.

 

Documento relacionado:

Lei 11.705

Comentários:

    1. Boa noite. Conforme a matéria disse a lei chegou a câmara dos deputados praticamente pronta. Foi encaminhada por uma comissão interministerial. Para conferir isso basta clicar no link disponibilizado abaixo do texto da matéria, que é o numero da lei. No final do texto da lei esta a assinatura dos verdadeiros autores da lei, que são os membros dessa cominação interministerial.

  1. Boa tarde,
    o sr Carlos Alberto não fez lei alguma apenas foi nomeado pelo governador a época para coordenar as operações de repressão, na verdade quem correu atras para que a lei alterasse o cod de transito Brasileiro foi o Hugo Leal, a verdade e para ser dita.

  2. O deputado Carlos Alberto se acha mesmo meio dono da Lei Seca, mas não teve nenhuma participação na elaboração ou na aprovação dela. Quanto ao deputado Hugo Leal ele não é o autor, mas, como relator, trabalhou muito pela aprovação.

  3. Concordo que Hugo Leal não seja o autor da lei, mas ele realmente trabalhou muito por ela. Quanto ao Dr. Lei Seca quem era ele quando esse projeto estava sendo discutido no Congresso?

Deixe um comentário para Edna Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.