Economia de papel higiênico em Rio das Ostras

Alcebíades Sabino não cortou onde prometeu

Depois de programa social Sabino corta RioCard dos estudantes, mas mantém todos os secretários e subsecretários na folha de pagamento. Enquanto sobram nomeados em cargos comissionados

Jovens residentes em Rio das Ostras que estudam longe de casa e dependem do caro transporte público que atende a região tiveram na semana passada uma péssima notícia: o vale transporte foi suspenso pela Prefeitura e os seus cartões RioCard não serão mais recarregados. Alguns estudantes estão desde o fim do ano passado sem o benefício, mas foram informados na última sexta-feira de que a recarga não vai mais acontecer por causa da queda na receita. Essa é a segunda pancada que famílias que necessitam da ajuda do poder público recebem este mês em Rio nas Ostras. A primeira foi a suspensão do “Cartão do Bem”, um programa de transferência de recursos que complementava a renda de famílias carentes.

 

Também sob a mesma alegação, a Secretaria de Educação tem deixado faltar até o básico nas unidades da rede municipal de ensino. De acordo com algumas mães de alunos, o que é confirmado por profissionais da área, elas estão sendo orientadas a fornecer papel ofício e os professores obrigados a levar papel higiênico de casa. “A situação está muito difícil. Tem faltado muitas coisas nas escolas”, disse na noite de ontem uma professora em mensagem ao elizeupires.com.

O prefeito que arrocha onde deveria ser mais complacente, é o mesmo que mantém ocupados centenas de cargos comissionados considerados “supérfluos” por quem conhece a máquina administrativa de Rio das Ostras. Sabino havia prometido cortar secretarias e cargos, mas o município continua gastando cerca de R$ 6 milhões anuais para pagar salários de 19 secretários e 33 subsecretários. De acordo com dados da própria Prefeitura os gastos com pessoal aumentaram bastante na atual gestão, saltando de R$ 263 milhões em 2012 para R$ 324 milhões em 2013 e R$ 375 milhões em 2014.

Matérias relacionadas:

Sabino corta programa social, mas não reduz secretarias…

Cabo Frio corta 11 secretarias e 400 cargos

Medidas drásticas contra a crise em Casimiro de Abreu

Comentários:

Deixe uma resposta para Igor Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.