Enfim uma nova ponte

A ponte será substituída por uma nova estrutra que permitirá inclusive o tráfego de de ônibus

Travessia no bairro Ilha, em Piabetá, apresenta problemas desde 1998

Os moradores das localidades Ilha e Pau Grande, em Piabetá, no município de Magé, esperam há 17 anos pela substituição da ponte que faz a ligação dos dois bairros. A estrutura de ferro e concreto apresentou problemas em 1998, na gestão do prefeito Nelson da Costa Mello, o Nelson do Posto, que limitou o tráfego a veículos pequenos para evitar acidentes, mas desde então a situação piorou, o que levou a Defesa Civil municipal a interditá-la. Segundo o secretário de Obras, Gustavo Morgado, a medida foi necessária, mas uma nova ponte será construída no local para uma solução definitiva. Gustavo informou que o projeto já está pronto e a obra está em processo de licitação que deverá ser concluído em 60 dias. De acordo com o prefeito Nestor Vidal todas as pontes do município serão recuperadas. “É um trabalho que irá solucionar um problema que se arrasta há mais de 20 anos”, completou o prefeito.

O secretário de Obras avaliou o estado da ponte do bairro Ilha e concluiu que será melhor a construção de uma nova para resolver de vez o problema. A interdição, explica ele, é uma medida preventiva apontada por um laudo técnico da Defesa Civil, mas o acesso continua livre para pedestres. O secretário informou que a nova ponte terá faixa dupla para veículos e mais duas faixas de pedestres com proteção, estará aberta inclusive para ônibus, o que vai garantir transporte mais rápido para os moradores dos dois bairros.

Comentários:

  1. A palavra enfim é um advérbio de tempo e significa, principalmente, finalmente e por fim. Agora faltou um “h” ai nesse “a muito tempo”. Quanto a notícia, para nós moradores da Ilha, é realmente muito boa.

  2. A Anita quis dizer que o “enfim” está errado porque a nova ponte ainda não está pronta e este H ao qual você se refere, não existe e está fora do contexto.

  3. São obras obras há muito defasadas, embora pontuais, mas de tremenda melhoria para a comunidade.Quem verificar vai ver que existem semelhantes em todo o Municipio.

  4. Aconselho você estudar um pouco mais. O “h” existe e está no contexto . “Há” é usado para exprimir o tempo decorrido. Esse “a muito tempo” dela quer dizer os anos que os moradores vêm esperando por isso.

  5. Acho que quem não tem o que dizer deveria não escrever nada. Essa Anita quis tumultuar e o Anônimo embarcou na dela. Quanto ao assunto, moro em Pau Grande e gostei da notícia.

  6. Estudei um pouco mais e você está correta com relação ao “há”. Derrapada minha. Porém, continuo com a Anita, pois a nova ponte não está pronta. Tomara que fique.

Deixe uma resposta para Marta Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.