Porque a Bíblia não é a Constituição

“O casamento entre pessoas do mesmo sexo é pecado”. É com esse pensamento que a bancada evangélica na Câmara dos Deputados trabalha contra a união gay agora legitimada. Esses nobres representantes do povo também conseguiram tirar de circulação uma campanha de prevenção a doenças sexualmente transmissíveis porque a peça publicitária tinha como slogan a frase “Sou feliz sendo prostituta”. Esse bloco atua também contra o uso de imagens religiosas em repartições públicas – ao mesmo tempo em que defende monumentos à Bíblia nas praças que também são públicas -, mas parece não ver nada demais ter no grupo ladrões do dinheiro público. Com isso sugere que casamento gay e uma prostituta declarar-se feliz é pecado diante aos olhos de Deus, mas afanar não.

Defensora da honra, da moral, da família e dos bons costumes, a bancada evangélica se preocupa demais com a vida dos outros e não olha para o próprio rabo. Ataca usando a Bíblia como Constituição naquilo que a deixará bem com os fieis das igrejas e eleitores em potencial, mas ignora o que a Bíblia diz lá em Êxodo 20, no oitavo mandamento “Não furtarás”. Pois é, parece que aos olhos desses deputados-pastores roubar o dinheiro público é menos grave ou não tem gravidade alguma. Parece que isso não é crime e nem pecado na concepção da maioria dos membros dessa bancada, pois 57% deles respondem a processos judiciais por vários delitos, inclusive formação de quadrilha, peculato e sonegação fiscal, desrespeitando, nesse caso, também o décimo mandamento: “Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma que pertença ao teu próximo”.  

Esses parlamentares que assim se comportam, andam na contramão. Atropelam montados na ignorância e na intolerância, falam como se fossem exemplos de boa conduta, donos de uma verdade que só os seus iguais acreditam. É preciso que se entenda que vivemos em estado democrático de direito, que os direitos individuais do cidadão – independente do que se lê na Bíblia – são sagrados e que essa garantia é constitucional.

O Brasil tem uma Constituição aprovada e promulgada. Pode até ser falha em alguns pontos, mas é a Constituição e tem de ser respeitada. Se uma pessoa é feliz sendo prostituta ninguém tem nada com isso, se dois homens ou duas mulheres querem oficializar sua união isso é direito e problema deles. Se os evangélicos são contra, que não aceitem isso entre os seus, mas não venham, em nome da Bíblia, pretender condenar os que dessa forma são felizes. Que tal refletirmos um pouco sobre isso nesse domingo que só está começando?

Tenham um excelente dia em família. Fiquem todos na graça do Grande Pai. Prometo voltar amanhã, às oito em ponto, se Ele assim me permitir.

Comentários:

  1. pelo que vejo se blog passou de informativo para um instrumento de defesa, e expressar suas ideias. quem me garante que esse blog tambem nao é patrocinado por politicos, como exemplo nestor vidal que nunca vi nenhuma noticia o danifique a imagem. Antes de apontar verifique sua vida.

    1. Bom dia. Acho que você não conseguiu entender o que leu. O que eu disse é que a Bíblia não é a Constituição e não é mesmo. O que eu disse é que os direitos do cidadão não podem ser desrespeitados mesmo que a Bíblica diga o contrário. Sou defensor dos direitos constitucionais. Sempre fui e sempre serei. O que disse e sempre direi é que nenhum seguidor de religião (seja ela qual for) tem o direito de ignorar os direitos de um cidadão, seja ele quem for. Quanto ao meu trabalho, se não consegue entender o que escrevo. não deveria perder tempo lendo. Abraço e fique com Deus.

      1. Bom dia, Elizeu. Não perca tempo com quem nunca leu um livro sequer na vida, com que acha que o que diz a Bíblia está acima da lei. Essas pessoas são daquelas que só vale o que o pastor diz. Sãos uns coitados.

    2. Cara, o Elizeu está falando de direitos. O seu fanatismo e a sua falta de conhecimento te cegam. A Bíblia é para as igrejas. A Constituição era para garantir um país. Vai estudar, vai.

  2. “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; é abominação” (Lv 18.22; 20.13).

    “Sabendo que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos… para os fornicadores, para os SODOMITAS…” (o realce é meu). (1 Tm 1.10).

    acho que deus que vc serve Naum o mesmo Deus que sirvo.

    1. Bom dia. Servir a um Deus é muito mais que se deixar levar pela ignorância. Se o seu Deus lhe impede de respeitar o direito do seu igual, realmente ele não é o Deus que eu sirvo. Abraço e fique com Deus.

  3. Ainda bem que Deus fez Adão primeiro.

    O nome Adão significado `homem criado da terra (vermelha)`.
    Eva: É um nome de origem hebraica que significa “a que vive”, “a vivente”, “a que tem vida”, ou “cheia de vida”.
    Então de acordo com o Livro Hebraico, somos descendentes de ADÃO e EVA.

    O nosso DNA é igual, pois a Eva saiu da costela do Adão. Esse foi o primeiro “Cloner”.

    Como Deus sabe do futuro e para não confundir as coisas, fez questão de fazer primeiro Adão. Se Deus não fosse Deus, faria a Eva e seríamos descendentes de EVA E ADÃO. Escrito não dá confusão, mas se pronunciarmos dá.

    Então meus amigos, cada um na sua. O problema aqui é que cada um faz o que quer. Até aí, morreu Neves! O Problema é que a Lei, pelo andar da carruagem, quer que a Igreja aceite essa junção. Se a Constituição aceita, tubo bem, mas a Igreja não pode pela Constituição ser obrigada a fazer esses tipos de Casamentos.

    O INSS vai gastar mais com esse casamento.

  4. Bom dia a todos. Esse debate é de grande importância. Se a Bíblia conde certas práticas os evangélicos tem todo o direito de condená-las também. O erro deles está em querer impor isso ao país. O Elizeu está falando em direitos e ele acertou na mosca quando disse que se os evangélicos não aceitam uma coisa que a impeça entre os seus e não venham quer impor isso a uma nação inteira. Os evangélicos precisam para com essa mania de achar quem não é da fé deles está errado. Precisam parar de julgar as pessoas só porque discordam.

  5. Até o Primeiro César (Roma) achou ruim.

    O que tem haver César com o texto.

    O primeiro César (Imperador) era chamado de ADÂO, em homenagem ao primeiro homem.

    Alguns anos, o Cesar(que chamava Adão) foi ficando chateado, pois tinha alguns Generais que se apresentava, falava com uma entonação esquisita. “AVE ADÃO)”.

    Essa frase caiu como uma luva na boca dos seus Senadores. Alguns depois de falar AVE ADÃO, davam um sorriso.

    O ADÃO Imperador, chamou a sua cúpula e falou: Não quero mais ser chamado de Adão, agora quero ser chamado de César, pois era o significado de cabeludo.

    Tempos depois, os seus súditos, inventaram uma musíquinha assim. Olha a cabeleira do Zezér será que ele é, será que ele é. Só trocaram o nome, mas era para o Cesar.

    Pelo que vejo hoje os Zezé´s estão de volta com essa cabeleira, é querem distribuir piolho na gente.

  6. Boa tarde, Elizeu. Sou evangélica, leio a Bíblia e busco me orientar com o que dela extraio, mas não posso querer impor a minha conduta a ninguém, pois isso seria muita falta de respeito aos direitos do meu próximo. O problema é que muitos irmãos não entendem o que leem e, pessimamente orientados por pastores despreparados, saem por aí violando os direitos civis dos cidadão. O que você diz esta certo. Nós evangélicos deveríamos nos preocupar em dar bons exemplos e não pregar uma coisa e fazer outra.

  7. Do que é acho ruim eu não me sirvo e acho que isso é o que deve ser feito. O que eu não posso é condenar uma pessoa por ela gostar de uma fruta da qual não gosta. É isso que os evangélicos precisam entender. Direitos são direitos. Se os parlamentares evangélicos não aceitam uma coisa que votem contra ela, mas que não venham querer impor o que a Bíblia diz a quem se pauta pela Constituição.

  8. Boa tarde a todos os que interagem com o elizeupires.com. Sou professora, moro em Ceilandia, cidade satélite dep Distrito Federal e acho que os membros da bancada evangélica, em sua maioria, não tem moral para nada. Não podem apontar o dedo para ninguém, pois usam seus mandatos para darem mau exemplo.

  9. Sou membro da Igreja Assembleia de Deus em Colubandê e entendo que o que o meu vizinho ou a minha vizinha fazem com os seus corpos não é problema meu. Eu nem os demais membros e os pastores da minha igreja temos nada a ver com isso. Se estão errados não seremos nós que deveremos julgá-los, até porque a Palavra diz: “Não julgueis para que não sejais julgados (Mateus 7: 1)”

  10. Boa tarde, Elizeu. O problema é que tem muitos evangélicos que acham que o estatuto, a doutrina de suas igrejas tenham de prevalecer para todo e qual ser humano. São uns despreparados querendo impor regras para a sociedade. Tenho é pena dessa gente que faz o que o pastor manda sem contestar.

  11. Minha gente, se os evangélicos governassem esse pai viveriamos numa ditadura. Iriam proibir toda lideratura que não fosse a deles e os jornalistas seriam banidos para bem longe. O fanatismo cega e emburrece.

  12. Boa tarde. Para comentar esse assunto não é preciso agredir ninguém. O debate está transcorrendo em bom nível. Nas últimas quatro horas foram arquivadas 213 mensagens agressivas. Expressem suas opiniões a vontade, mas mantenham-se dentro do que a boa educação recomenda.

  13. A limitação intelectual de grande parte dos evangélicos os leva à discriminação, a ofensa à segregação. São uns coitados e não sabem.

  14. Elizeu, não adianta falar para esse povo. São cegos e surdos para tudo aquilo que confronta o entendimento limitado que certos pastores passam. Se o pastor disser que água e fogos são as mesmas coisas eles sairão por ai dizendo que são e se você escrever o contrário vão te chamar de filho do diabo.

  15. Boa Tarde!!
    Eu sou contra a legalidade do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Se eles querem se relacionarem assim, isso é um problema deles. Mas impor para aceitarmos e acharmos normal é outra coisa…Quanto a campanha, será que não teria um outro slogan melhor?

    1. O que o Elizeu disse aqui é sobre o direito. E os gays tem direito a legalizarem a relação deles. Se concordamos ou não não temos o direito negar-lhes o direito de legalizarem a união. Eu também sou contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas isso só pode se aplicar a mim. Eu sou homem e não me caso com outro homem. Tenho o direito de pensar assim. O que não posso é pretender proíbiir que outros assim façam, como os evangélicos querem fazer. Os evangélicos querem proibir o casamento gay por uma questão bíblica, mas a Bíblia, como o Elizeu disse muito bem, não é a Constituição.

    2. Eu também sou contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Não quero isso pra mim nem para os meus filhos, mas não posso querer impedir que outras pessoas do mesmo sexo se casem. É um direito delas e é sobre direito que o Elizeu fez a colocação dele.

  16. Elizeu, diga me porque os evangélicos emburrecem desta maneira?Sabemos que cada um tem a sua vida e vive como quiser. temos livre arbítrio, somos responsáveis por nossos atos. os evangélicos querem nos governar,, não acho certo, cada um com o seu cada um.

  17. Boa tarde, Elizeu. Já entrei aqui hoje e dei minha opinião. Você escreu o artigo, mas não emitiu a sua opinião. Mata ai a minha e a curiosidade de muitos. Você é contra ou a favor da união entre pessoas do mesmo sexo?

    1. Boa tarde a todos. Sou filho de pais evangélicos. Meu falecido pai, inclusive, era um pastor da Assembleia de Deus. Conheço a Bíblia e sua orientação sobre esse assunto e à luz do que a Bíblia diz essa união é condenável. Só que a Bíblia não é a lei. Lhe respondendo: pela preservação dos direitos do cidadão brasileiro sou a favor da liberdade de escolha de cada um, sendo, portanto, a favor da legalização da união entre pessoas do mesmo sexo. Se dois homens ou duas mulheres maiores de idade assim querem, nem eu nem ninguém têm direito de impedir.

      1. É isso mesmo Elizeu. Podemos ser contra e temos direito a nossa opinião, mas não podemos negar a uma prostituta o direito de ela se declarar feliz e muito menos de tentar impedir que duas pessoas do mesmo sexo legalizem a união deles. Fique na paz, meu querido.

      2. seria legal se seu pai fosse vivo e fosse obrigado realizar um casamento gay na igreja….caso contrario seria julgado por ser homofobico…isso que eles fazem é uma afronta, um abuso…

        1. Cara você não conseguiu mesmo entender nada. O Elizeu falou de direito e não de religião. Se você não consegue entender um texto simples que dirá a Bíblia.

        2. Mageense, o casamento é civil, não religioso. Você está confundindo as coisas. O direito é a legalização da união. Cerimonia religiosa não diz nada perante a lei. Vai se aculturar um pouco sobre o assunto e depois vem aqui dizer algo sobre o assunto.

        3. Mageense você confundiu tudo, meu irmão. Sou da Igreja do Evangelho Quadrangular e sigo o que diz a Bíblia. Sou contra o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo, mas não tenho o direito de tentar impedir isso. Na igreja nós temos todo o direito de não aceitar, mas em sociedade tempos sim de respeitar os direitos civis. Foi isso que o nobre jornalista disse. Fique com Deus, meu irmão e tire a venda dos olhos que lhe impede de ver a verdade que nos cerca. Servir a Deus é também respeitar as leis que regem o nosso país.

  18. A Bíblia não é uma Constituição, porém a bíblia divinamente inspirada por Deus. E Deus condena o casamento de gays, Ele fez macho e a fêmea para contrair casamento, a família e constituição de Deus, porém o gays é abominação aos olhos de Deus. Deus deu inteligência ao homem para constituir as Leis, de forma que não infringe a criação de Deus. Vivemos dias de Sodoma e Gomorra, o pecado cheira maus aos do olhos de Deus. Os evangélicos, não devem irem para o parlamentar para não se corromper com, os não evangélicos que estão deixando o País (mundo) família, se corromper. Todo tipo de degradação o País tem enfrentado, autoridade não consegue acabar com a criminalidade, homofílico, estrupador, a Sociedade não tem nenhuma segurança neste País, saúde, miséria, fome, toda sorte de desgraça tem acontecido com a População, estamos no mundo de salve quem puder, As autoridades perderam o domínio sobre a Sociedade. Ainda que existem evangélicos que deixam a desejar. Só Deus é Juiz.

    1. É e os evangélicos estão acima disso tudo. Porque andam com a Bíblia debaixo do braço são melhores que os outros. Acho que esse pessoal deveria formar uma nação só para eles e aí poderiam ter a Bíblia como Constituição.

    2. Matilde, da mesma forma que os evangélicos reclamam da tal perseguição , os gay também reclamam. Deus não distingue quem ele ama, ele mesmo falou que amou o mundo de tal maneira…
      Isso logo expressa o mundo inteiro sem exceções . Deus não está criando CASTAS , mas sim um mundo de união e amor onde não é.
      Conheço evangélicos que conseguem conviver normalmente, assim também aqueles que não seguem a terça parte da bíblia , portanto não julgues para não ser julgada !!

  19. Acredito que todos pagam o preço pelas suas atitudes e, se a união do mesmo sexo é abominável perante a lei de Deus, quem a comete vai responder por isso: e não serei eu quem vai cobrar. Assim como os erros que também cometemos. Sei que terei de responder, um dia, pelos meus. E não será por um grupo de religiosos. A única coisa que não concordo e combato é a imposição pela imposição. O mundo está cheio de exemplos de intolerância: seja pelos judeus, apart-aid, gordos, feios, pobres, anões, umbandistas, albinos, etc..
    Apenas reispeitem os que são diferentes: mas não quer dizer que os dito “diferentes” tenham que impôr a sua condição. Só respeitem-se mutuamente.

  20. Os vários livros bíblicos foram escritos por homens e outros homens da Igreja que selecionaram aqueles que julgaram mais convenientes. E foram esses homens que disseram ser esses livros de inspiração divina. Se eu fosse seguir a bíblia ao pé da letra eu teria escravos e várias mulheres e mandaria isolar os leprosos como está descrito em Levíticos, naquela época não sabiam que a doença tinha cura, será que nem Deus sabia? Deus aprova a escravidão e a poligamia?

  21. Alguns religiosos nunca vão entender q outras pessoas não estão nem ai para oq está na Biblia, ou q possuem um entendimento diferente das escrituras. A pessoa q defende seus argumentos com oq está escrito em um livro considerado sagrada por ela, já começou perdendo. Por exemplo, eu não sou católico, mas acho ridículo quando tentam forçar a barra para q sejam realizados casamentos gays em igrejas. Se vc quer ser católico, não seja gay, e vice-versa. O mesmo vale pra qualquer outra religião.

  22. meu querido
    Casamento entre duas pessoas do mesmo sexo é errado sim e valorizar a prostituição na atualidade, do jeito que as coisas vão, não seria muito bom, seria como incentivo a um tipo de “trabalho” que não gostaria que filha ou sobrinhas minhas praticassem. Que fique bem claro, não somos contra os homossexuais, somos contra a sua prática. Fazer um documento para lhe assegurar a herança com a perda do parceiro, tudo bem, mas casamento!!??

  23. Quem dera se a nossa constituição fosse baseada na Bíblia sagrada e se todos seguissem ao pé da letra, certamente o Brasil seria melhor, mas infelizmente como no meio evangélico, tem fruto podre em qualquer lugar, católicos, umbandistas, Budistas etc…
    Concordar com casamento gay, acho que nem vc meu caro Elizeu concorda, independentemente de qual seja a sua religião. Abraço.

  24. SE FOR PRA USAR A BÍBLIA COMO BASE PARA A CONSTITUIÇÃO, TEREMOS TB QUE UTILIZAR OS LIVROS DE OUTRAS RELIGIÕES, TAIS COMO BUDISMO, KARDECISMO, CANDOMBLÉ, ENTRE OUTROS.

    SE ASSIM NÃO FIZER, ESTARÃO FERINDO A CONSTITUIÇÃO DANDO PRIVILÉGIOS APENAS PARA UM SEGMENTO.

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.