Prefeito da menor cidade do Brasil se lança na disputa pelo quinto mandato: ele e o filho aparecem com os maiores salários

Alaor Machado vai enfrentar este ano o mesmo adversário das eleições de 2016, Derli Donizete, candidato pelo Avante

Localizada no interior de Minas Gerais, Serra da Saúde é a menor cidade do Brasil em população. Com menos de 800 habitantes, não tem receita própria e é mantida pelos repasses do Fundo de Participação dos Municípios, mas deve ser muito bom governá-la. Pelo menos é o que sugere o fato de o prefeito Alaor José Machado (PP), estar concorrendo ao quinto mandato. Ele e o filho, Marcelo Ribeiro Machado aparecem com os melhores salários pagos pela municipalidade. A última folha de pagamento disponibilizada no site oficial do município é a de agosto deste ano, conferindo a Alaor um vencimento de R$ 11.608.97 e R$ 12.774,65 a Marcelo.

Pela estimativa do IBGE o ex-distrito de Dores do Indaiá tem 776 moradores, enquanto a Justiça Eleitoral registra pouco mais de 900 eleitores, diferença para cima justificada pelo fato de muitos terem se mudado da cidade e não transferido o título de eleitor. Para as eleições deste ano estão inscritos 17 candidatos a vereador, concorrentes as nove cadeiras da Câmara Municipal. Alaor vai enfrentar nas urnas o mesmo adversário de 2016, Derli Donizete, que concorre pelo Avante.

Fazenda de R$ 13 mil – No de solicitação do registro de candidatura o atual prefeito declarou bens no total de R$232.219,53, entre eles uma fazenda “denominada São Geraldo”, no valor de R$ 13.632,53 e outra propriedade rural com valor informado de R$ 18.600,00, enquanto as propriedades declaradas pelo advsersario tem valores informados muito maiores.

Ao todo Derli Donizete declarou à Justiça Eleitoral bens no total de R$ 170 mil, sendo uma casa de R$ 100 mil e outra de R$ 60 mil, além de uma de um automóvel Saveiro, modelo 1996, avaliada em R$ 10 mil.

Custo de campanha – Fazer uma campanha eleitoral numa cidade com tão poucos moradores não teve sair muito caro, podendo ser gasto bem menos que o limite legal imposto pela Justiça Eleitoral. No caso de Serra da Saudade cada candidato a prefeito poderá gastar este ano no máximo R$ 123.077,42, enquanto o teto para os candidatos a vereador é de R$12.307,75.

*O espaço está aberto para manifestação dos citados na matéria.

Matérias relacionadas:

Salário mais alto na Prefeitura da menor cidade do Brasil é do filho do prefeito, revelam as folhas de pagamento

Empresa registrada em nome de irmão de vereador já recebeu  R$ 186 mil este ano dos cofres públicos da menor cidade do Brasil

Menor cidade do Brasil tem contrato público em família

Menor município do Brasil gasta mais com pessoal que com saúde e educação, e prefeito teve salário de R$ 10 mil em setembro

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.