Falta combinar com o eleitor, Picciani

Jorge Picciani e Sergio Cabral estão felizes com as indicações dos pré-candidatos. Em relação a algumas os adversários também

“Dono” do PMDB no território fluminense impõe pré-candidatos a prefeito que todo adversário gostaria de enfrentar

Nas consultas encomendadas em Magé para ajudar o PMDB a construir uma candidatura a prefeito em 2016 o ex-vereador de Duque de Caxias Ricardo Correa de Barros, o Ricardo da Karol, está levando uma coça danada quando confrontado com o quarto suplente de deputado federal pelo PMDB, o empresário José Augusto Nalin. Mesmo assim, no último dia 24, o comandante regional do partido e presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani, confirmou Karol como pré-candidato a prefeito. Além dessa, ele anunciou outras dezenas de pré-candidaturas, boa parte delas desaconselhadas pelos números de hoje. Porém, resta saber se o “dono” da legenda no estado combinou com os eleitores para que suas escolhas sejam confirmadas nas urnas em outubro do próximo ano, pois algumas delas são recebidas até com deboche pelos adversários.

Apadrinhado pelo deputado federal Eduardo Cunha, com quem fez dupla na apresentação de um programa evangélico na Rádio Melodia, o deputado estadual Fábio Silva nada tem a ver com Seropédica, mas foi anunciado como pré-candidato a prefeito, para alegria de um grupo local que pretende trabalhar para massacrar o escolhido nas urnas, com uma candidatura nativa. Para Mangaratiba, município tão conturbado quanto Seropédica, o chefão escolheu Pedro Augusto Palareti, mais conhecido como o “Romeiro de Aparecida” e pelo programa religioso que leva ao ar nas ondas da Rádio Tupi, que pela atuação como deputado estadual.

Segundo Picciani, o PMDB terá candidatos próprios em 59 municípios e comporá com candidatos a vice-prefeito em 12 cidades, apoiando nomes do PT, PSC, PTB, PP, PPS, PSL e PMN. Em Rio das Ostras e Casimiro de Abreu, por exemplo, os pré-candidatos são Carlos Augusto Balthazar (PSL) e Fábio Kissee (PSC), nomes locais. Balthazar já exerceu dois mandatos de prefeito e Fábio tem o apoio do atual prefeito, Antonio Marcos Lemos, que está no segundo mandato pelo PSC. “Essas são opções sensatas, mas lançar forasteiros como está sendo feito em relação a Seropédica e Mangaratiba é faze é desrespeitar os eleitores e os dirigentes partidários locais”, disse ontem à noite ao elizeupires.com um parlamentar da Baixada Fluminense, que criticou bastante as indicações de Fábio Silva e Pedro Augusto.

 

Matérias relacionadas:

PMDB se define em Araruama, Casimiro de Abreu e Silva Jardim

Meriti já tem dois nomes (pré) definidos para 2016

Comentários:

  1. josé augusto nalin e ricardo da karol seriam sem sombras de dúvidas bons candidatos a prefeito de magé porém, nesta corrida o zé sem sombra de dúvidas com o apoio do ricardo seriam imbativeis. Basta uma pequena análise da última eleiçaõ para deputado e pesquiza popular em todos os distritos de magé

  2. Zé augusto sem sombras de dúvida, basta o resultado das últimas eleições e pesquiza nos quatro cantos do município, e com o apoio do ricardo eleiçaõ garantida, naõ teria prá ninguem…..

Deixe uma resposta para Cléber Luiz Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.