Estado quer parceria privada para aproveitar água do mar

A unidade poderá abastecer um milhão de pessoas

Proposta é atender um milhão de pessoas numa primeira fase

Em tempos de crise hídrica o governo do estado do Rio de Janeiro resolveu tirar da gaveta uma proposta antiga: aproveitar a água do mar para o consumo humano. Para isso o governador Luiz Fernando Pezão encomendou a um grupo espanhol o projeto de uma usina de dessalinização que poderá abastecer cerca de um milhão de pessoas. O projeto e a proposta orçamentária deverão ser apresentados na primeira semana de março e a usina poderá ser instalada na Zona Oeste do Rio, possivelmente através de uma parceria público-privada. ”Estou avaliando a possibilidade de uma PPP. Desta forma, teremos um fundo garantidor, o que nos dará tranquilidade para realizar esse investimento”, afirmou Pezão.

O grupo que deverá operar o sistema no Rio de Janeiro já atua em 25 países na Europa e na Ásia. De acordo com o governador, uma segunda usina poderá ser instalada em São Gonçalo, dependendo do custo-benefício a ser apresentado no orçamento. “Queremos que a usina seja uma ferramenta estratégica. As condições climáticas estão mudando no planeta. Os governos precisam se modernizar em relação ao uso da água. Não podemos depender somente dos atuais recursos hídricos”, concluiu o governador.

 

Matéria relacionada:

Empresa de Rio das Ostras oferece equipamento para gerar água potável a partir da dessalinização

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.