TCE aponta farra em Casimiro de Abreu

Paulo Dames gastou em 2008 R$ 6,5 milhões com combustíveis. Cinco mil litros em um único dia. Comandada pelo genro. Câmara não fez nada 

Somente em um dia a Prefeitura de Casimiro de Abreu gastou cerca de cinco mil litros de combustível. A farra aconteceu durante a gestão do ex-prefeito Paulo Dames, que em 2008 – último ano de seu segundo mandato – pagou R$ 6,5 milhões a postos de revenda que forneciam gasolina e óleo diesel a administração municipal, quase doze vezes mais que o consumo de combustível verificado no ano seguinte. 

Os números são de um relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que, entre outras coisas apontam que o ex-prefeito Célio Sarzedas, pai do Alípio Sarzedas, o Netinho Sarzedas (DEM), foi aposentado pelo ex-prefeito Paulo Dames, com salário superior ao do atual prefeito. O TCE apontou “estranheza” no fato de um tesoureiro ter sido aposentado com um vencimento tão alto, cerca de R$ 15 mil mensais.

Investigação

Os gastos do ex-prefeito Paulo Dames passarão por uma rigorosa investigação, pois estão muito acima da realidade hoje verificada. Em 2009, por exemplo, a administração municipal gastou com combustível R$ 430 mil. “É muito combustível para uma estrutura tão pequena. Essa despesa precisa ser melhor analisada”, afirmou uma fonte do TCE.

Além dos gastos com combustíveis, serão investigados também o pagamento de subvenções e as despesas que a Prefeitura teve com uma viagem que a esposa de Paulo Dames fez a Europa.

Câmara omissa

Na época da farra dos combustíveis o Poder Legislativo era comandado pelo vereador Alex Neves, genro de Paulo Dames e a Câmara nada fez para coibir os abusos. Todas as denúncias de irregularidades na gestão do sogro foram ignoradas por Alex Neves, que agora passa o tempo todo discursando contra a atual administração, mostrando que seus interesses pessoais estão acima dos interesses da população.

 

 

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.